Notícias

31/10/2019

Paranacidade oferece apoio técnico ao desenvolvimento urbano nos municípios

O Serviço Social Autônomo (Paranacidade) apresenta, hoje e amanhã, 31 e 1º, em Foz do Iguaçu, no “Governo 5.0 – o Novo Pensar e o Novo Fazer”  -, todos os programas que oferece em apoio às Prefeituras na implantação de programas que levem ao melhor planejamento e ao desenvolvimento urbano dos Municípios. “Temos um corpo técnico preparado para informar, orientar, analisar e dar o encaminhamento correto aos projetos apresentados para transformar a vida das pessoas”, disse o superintendente executivo do Paranacidade, Álvaro Cabrini.

“Governo 5.0 - o Novo Pensar e o Novo Fazer” - é o nome do evento realizado pelo Governo do Paraná, com palestras apresentadas por secretários de Estado e uma feira de serviços e oportunidades aos Municípios para a promoção da melhoria da qualidade de vida da população. O Paranacidade participa com um grupo de técnicos que apresentam as alternativas disponíveis às Prefeituras, tiram dúvidas e dão orientações aos prefeitos e técnicos municipais que possam acelerar o encaminhamento dos processos desde as suas apresentações até a fiscalização da execução da obra. “Estamos com uma equipe altamente preparada para tirar todas as dúvidas e dar os encaminhamentos para incrementar as decisões do Governo”, afirmou Cabrini.

O Paranacidade mostra, além de ferramentas de gestão como o SEDU/Paranacidade Interativo, um banco de dados georeferenciado que auxilia nas decisões e na gestão dos municípios, há o Portal dos Municípios, outra ferramenta que facilita o acompanhamento do trâmite dos projetos, o seu portfólio de serviços. Entre os Programas apresentados estão o que viabiliza a implantação de projetos para a geração de energia fotovoltaica; o “Ilumina Paraná”, para a substituição de lâmpadas convencionais por luminárias de LED, inclusive nas Escolas Públicas; a pavimentação em concreto e as suas indicações mais adequadas; o Programa “Ruas do Paraná”, que integra o espaço destinado às ruas a ambientes de convivência urbana em um local inclusivo e ambientalmente correto, além de questões ligadas às chamadas cidades inteligentes. “Nós somos parceiros dos municípios para fazer o melhor planejamento, otimizar a gestão e, consequentemente, transformar e melhorar a vida das pessoas”, enfatizou Cabrini.

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.