Notícias

06/11/2019

Vias Urbanas de Concreto são mais econômicas e duram décadas

“Vias Urbanas de Concreto” é o nome do treinamento para engenheiros e arquitetos, realizado no fim deste mês em Francisco Beltrão. O curso integra o projeto Soluções para Cidade: Ruas do Futuro na Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP). O treinamento foi apresentado pelo engenheiro da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Alex Maschio. “Um produto que dura décadas e é mais econômico”, assegura Maschio.

O superintendente executivo do Serviço Social Autônomo (Paranacidade), Álvaro Cabrini, disse que o curso foi um sucesso. “ Basta registrar que participaram do encontro 120 engenheiros de 39 municípios daquela Região do Paraná. O êxito se deve ao empenho das analistas de Desenvolvimento Municipal de Francisco Beltrão: Genezi Guedes do Santos; Gildete Cristina Bonette Vescovi; e Jhenniffer Rodrigues Vicente Mallamnn”, destacou Cabrini.

Ele também explicou as qualidades do pavimento, que é mais duradouro e tem baixo custo. “Pode ter uma duração de quatro décadas e a importância para o Estado do Paraná é levar inovação tecnológica com essa nova pavimentação em concreto. O Paranacidade fica a disposição com recursos da SEDU e da Agência de Fomento para difundir essa tecnologia aos municípios, beneficiando a população”, enfatizou.

O mesmo curso aconteceu na Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP), no fim do mês de outubro, com a participação de 87 profissionais de 33 Prefeituras.

O “Vias Urbanas de Concreto” integra o projeto Soluções para Cidades: Ruas do Futuro, da ABCP. A capacitação aborda aspectos como:  A importância das vias para a qualidade de vida dos cidadãos; Vantagens técnicas e ambientais dos pavimentos de concreto; Competitividade atual e custos; Aspectos de projeto e dimensionamento; Aspectos executivos e de manutenção; Experiências latino-americanas de aplicação; e Experiências brasileiras em pavimentos urbanos de concreto.

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.