Notícias

31/07/2020

Escritórios Regionais garantem atendimento rápido às Prefeituras

A proximidade e a agilidade são estratégias adotadas pelo Serviço Social Autônomo (Paranacidade, vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (SEDU), no atendimento às Prefeituras, nos processos de encaminhamento, análise e aprovação de pedidos de recursos para obras e ações estruturantes. Seis Escritórios Regionais, em Cascavel, Guarapuava, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e em Curitiba fazem o atendimento de todos os 399 municípios do Estado. O resultado é a resposta rápida às demandas diárias e grande volume de documentos processados, mesmo com a obediência ao distanciamento social e a realização do trabalho remoto.

Apenas no Escritório Regional (ER) de Londrina, de 18 de março a 24 de julho, foram 56 os Municípios atendidos, com atenção a 111 ações. De acordo com o gerente regional, André Cotrin Abdo, o trabalho em home office acabou por ajudar no desempenho. “Fomos pegos de surpresa pela necessidade de fazer o trabalho remoto, mas temos uma equipe com gente jovem e com grande capacidade de adaptação. Ganhamos em agilidade e não perdemos nada em proximidade, uma vez que conversamos diariamente com os técnicos das Prefeituras”, enfatiza.

O isolamento social provocou outras necessidades. Para manter a equipe unida e o ritmo normal de trabalho, são realizadas reuniões semanais com a participação de todos os integrantes do ER de Londrina e de outros Escritórios. “Temos uma reunião sempre às sextas-feiras e, quando surge uma necessidade mais imediata, fazemos uma extraordinária. E, como muitas Prefeituras também trabalham remotamente, nos reunimos com os técnicos Municipais sempre que necessário”, afirma.

RESULTADOS – Nesse mesmo período foram desenvolvidas as atividades que garantiram o início de novos processos. Depois do processo de análise, 68 Prefeituras receberam a Autorização para Licitar 179 ações, equivalentes ao investimento de R$ 66.347.483,45 , em recursos do Tesouro do Estado, do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM) e em Contrapartidas Municipais.

Já em relação às autorizações para Homologação (que autorizam a contratação dos fornecedores), foram 150, em benefício das populações de 61 Municípios com a aprovação de recursos no valor de R$ 53.724.131,65.

As medições, procedimento que garante o pagamento às empresas contratadas, são outro critério que referencia o desempenho. No período citado, o ER Londrina realizou um total de 150, que resultaram na liberação de R$ 20.931.378,33 para diversos projetos.

Com isso, tiveram início ou continuidade, obras como a construção de Barracões Industriais, unidades Meu Campinho, Centro Cultural, Complexos Esportivos, Ginásio de Esportes, um Paço Municipal, a pavimentação de Vias Urbanas, além da aquisição de veículos, equipamentos rodoviários, de limpeza urbana, de informática e serviços.   

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.