Notícias

18/11/2022

Camiseta laranja é referência em compromisso com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

A equipe que atende no estande do Serviço Social Autônomo Paranacidade no evento Governo 5.0 usa camiseta personalizada que remete aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), propostos na Agenda 2030, da ONU para serem alcançados pelos países signatários, entre eles o Brasil. “Vestir a camisa é uma referência clara do compromisso do Paranacidade com a incorporação dos ODSs nas ações que realiza em apoio ao desenvolvimento urbano”, explica a superintendente executiva Camila Mileke Scucato. O evento é realizado pelo Governo do Paraná e, neste ano, a temática é “Desenvolve Paraná – Sustentabilidade a serviço da população”.

A cor laranja, escolhida para os profissionais que atuam no evento representa o ODS 11, sobre ‘Cidades e Comunidades Sustentáveis’. “Ao todo, são 17 ODSs, mas escolhemos a cor relacionada às questões Municipais, que é o palco de atuação do Paranacidade”, explica o analista de Desenvolvimento Municipal e Ponto Focal dos ODSs na empresa.

Para ‘Governo 5.0’ deste ano, o Paranacidade levou o seu portfólio de serviços e um grupo de técnicos para atender e esclarecer eventuais dúvidas de prefeitos e técnicos municipais. Sobre os ODSs, há um vídeo que apresenta a Cartilha Digital, com um método para a sensibilização de equipes sobre o assunto; a própria Cartilha Digital com orientação sobre como acessá-la e apresentações presenciais sobre os conceitos da Agenda 2030 e os ODSs.

O ODS 11 – De acordo com o que preconiza a ONU, um dos pontos que orientam a atuação do Paranacidade, o ODS 11, propõe ‘tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis’. Isso significa, entre outras ações, ‘garantir o acesso a todas as pessoas à habitação segura, adequada e a preço acessível, e aos serviços básicos’. E, ainda, além de urbanizar as favelas, ‘proporcionar transporte seguro, acessível e sustentável’ e ‘aumentar a urbanização inclusiva e sustentável e as capacidades para o planejamento e gestão de assentamentos urbanos participativos, integrados e sustentáveis’.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.